Programa Jovem Aprendiz da UCPel completa um ano

O Programa Jovem Aprendiz, desenvolvido pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), completou um ano de atividades no dia 30 de março. Através de curso profissionalizante, jovens entre 14 e 24 anos incompletos e pessoas com deficiência sem limite de idade são capacitados para obter inserção no mercado de trabalho. 
Atualmente, 63 estudantes divididos em três turmas frequentam o curso de Auxiliar de Escritório, informa a coordenadora do Programa, Simoni Triantafilu. “Além da carga horária total de 1302 horas, divididas entre teoria e prática, oferecemos para nossos alunos vivências diferenciadas como aulas de teatro, visitas guiadas, feira de trocas, trabalhos comunitários”, diz.
Completam o currículo do curso disciplinas como Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Matemática, Direito Trabalhista e Inclusão Digital, por exemplo. Atividades que promovam a integração entre as três turmas também são propostas através de encontros, explica a professora do Programa, Andressa Bastos. “Essa interação permite a abertura de horizonte e possibilita que o processo de socialização e união seja construído entre todos”, comenta.   
O Programa Jovem Aprendiz foi criado em parceria com MTE para atender o Decreto Federal nº 5.598/2005. A expectativa é que através da oferta do curso, empresas possam buscar a UCPel para a contratação de aprendizes. Mais informações sobre o Programa estão disponíveis através do telefone 53.2128.8087 ou ainda pelo e-mail   jovemaprendiz@ucpel.edu.br. 
São empresas parceiras do Programa da UCPel a Mitra Arquidiocesana de Pelotas, o Hospital São Francisco de Paula (HUSFP),  a Rádio Universidade (RU), a Santa Casa de Misericórdia de Pelotas,  o tabelionato Ney Lamas Serviço Notarial, a Safras e Cifras- Assessoria e Consultoria Agropecuária e a Escola São Francisco de Assis.
    

foto da notícia